Subscribe Now: standard

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Phalaenopsis alba


Em 2005 nasceu, minha mais valiosa flor, minha filha...e com ela vieram as orquídeas, ou devo dizer recomeçaram...pois já tive orquídeas antes, porém assasinei várias, por falta de cuidados.
Estava na maternidade, quando minha mãe me presenteou com esta Phalaenopsis alba. Acho que ela ficou com um pouco de pena de mim, pois o corredor da maternidade estava cheio de flores nas portas dos quartos...e o meu nenhuma. Fiquei muito feliz, pois eu só tinha aquela orquídea, mas foi a primeira de muitas.











Há quem diga que a Phalaenopsis virou uma orquídea comercial, pois é de fácil trato..."eu não conheço orquídea de fácil trato". Toda orquídea se não tiver as condições ideais de cultivo não vai florir, e isso no mínimo, sem falar nas doenças...etc...

Aí a pessoa compra, ou para presentear, ou mesmo para sí e depois da florada joga ela no lixo, já ví muito isso acontecer. Pois quando as flores murcham e caem, ficam as dúvidas: o que faço com esta haste que sobrou? e as regas? e a luz? e o adubo? Então a plantinha vai ficando de lado e morrendo aos poucos.

De uma coisa tenho certeza, orquídeas necessitam de cuidados...experiência própria. Nas próximas postagens vou falar um pouquinho destes assuntos...

2 comentários:

  1. Nunca é tarde para se começar (ou recomeçar) um hobbie ou uma atividade. Parabéns pela perseverança.

    Achei linda a orquídea da foto e certamente deve ser tão linda como a criança que veio ao mundo no mesmo dia que a planta.

    Falando em orquídea e culinária é bom não esquecer que a baunilha é uma ótíma síntese do seu blog. É orquídea e ótima para culinária.

    Sucesso nas futuras postagens.

    C.M.B.S.

    ResponderExcluir
  2. Legal. Sua mãe teve participação decisiva no hobbie que hoje é um fundamento de vida para vc. Mãe é mãe, mesmo sem querer...

    C.M.B.S

    ResponderExcluir

Quebre um vaso, raspe a panela e deixe seu comentário, ele é muito bem vindo !