Subscribe Now: standard

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Cattleya Bicolor




Escrever este post é muito gratificante. Pois esta orquídea eu ganhei assim que comecei a tratar de forma mais séria o cultivo. E o mais importante é que foi de uma pessoa que conheci apenas pela internet em um grupo de orquídeas. Ganhei três mudas e depois de 5 anos uma das mudas conseguiu florir.

Achei um pouco difícil o cultivo, pois as mudas vieram de uma região de frio e eu fico ao nível do mar onde a média de temperatura gira em torno dos 30°C. Uma das mudas morreu e a outra continua crescendo de forma um pouco tímida.

Esta orquídea gosta de vasos de barro ou cestinhos de madeira, que devem ser preenchidos com fibra de xaxim ou cubos, de modo que suas raízes fiquem bem aeradas. As minhas encontram-se em vaso de barro, com substrato de brita, pois as matrizes encontravam-se nesse tipo de substrato, e achei mais prudente mantê-las assim.
Não tolera luz solar direta, apesar de vegetar no cerrado em altitudes que variam de 500 e 1.200 metros acima do nível do mar.
Sua floração inicia-se no final de dezembro, atingindo seu ápice no mês de fevereiro.

Obrigada Alexandre Bicolor




Posted by Picasa

2 comentários:

  1. Amiga obrigado pela id. do Cymbidium .estou vendo seu blog e adoro tem belíssimas beldades um forte abraço deste lado do Continente...

    ResponderExcluir
  2. Oi José, obrigada pela visita e pelo comentário. Quanto ao id é sempre bom termos nossas orquídeas identificadas. Sempre que puder ajudar estamos por aqui. Abraços.

    ResponderExcluir

Quebre um vaso, raspe a panela e deixe seu comentário, ele é muito bem vindo !